sexta-feira, 14 de maio de 2010

Milkshakespeare

Ontem fui ao teatro assistir ao Ballet Imperial da Rússia, eles apresentaram Romeu e Julieta. Claro que no fim tinha gente chorando, gente dormindo e um menino aleatório que não fazia a mínima idéia do que se tratava a história o.o
Enfim, foi lindo *-*
Do meu lado, sentou um casal e a mulher simplesmente sentia a necessidade de anunciar todos os personagens (ela era até muito educada, mas isso era, no mínimo, redundante) porque ela lembrava deles de um filme que ela viu. Nessa hora eu temi: espero que a gentil senhora tenha visto a versão de 1900 e bolinha e não aquela moderninha...

Então entrei em numa vibe shakespeareana e me peguei pensando em quantas adaptações existem de suas peças. As mais óbvias são: Romeu e Julieta (1968), Otelo (1995), Hamlet (1996), entre outros...

O fato é que existem diversas adaptações e muitas delas não fariam o gênio com mais de 21 mil palavras no vocabulário feliz. Dentre as adaptações mais, digamos, ousadas estão justamente as releituras, na maioria das vezes essas releituras querem apenas "transportar as história para os dias atuais", mas tem outras em que só faltam dizer que o título é apenas uma coincidência.

Romeu e Julieta
> "Romeu + Julieta", de Baz Luhrmann
Esse é aquele famoso filme em que temos Leonardo DiCaprio - e seu sotaque - como, adivinhem!, Romeu (3 palavras... huh...3 palavras...huh).
Imaginem, tem um baile de máscaras,nos dias atuais e eles saem falando frases da peça descompromissadamente...
Sei lá, não gosto muito desse filme. Acho bem bizarro!

> Amor, Sublime Amor, de Robert Wise e Jerome Robbins
Essa tradução esquizofrênica refere-se ao musical West Side Story. A-DO-RO!
A história foi transportada para os EUA e a briga entre as família virou uma briga de gangues entre os norte-americanos e os imigrantes porto-riquenhos. Aí o Tony se apaixona pela Maria que é irmã do líder da gangue porto-riquenha.
A história tá toda lá, sem ser óbvia demais, mas também sem inventar muito.

Hamlet
> Meu professor de texto garante que seriam capazes de traduzir o título como "Deu a Louca na Dinamarca" se houvesse uma nova versão, esse tipo de título virou moda desde a Chapeuzinho.

> Quando era menor li um livro do Pedro Bandeira chamado "Agora Estou Sozinha...". O livro contava a história da menina Telmah que perdeu a mãe e começa a suspeitar do envolvimento da tia em sua morte. É basicamente a história do príncipe da Dinarmaca, mas trocando o sexo dos personagens e se passando hoje em dia. Gostei muito do livro.

Macbeth
> Agatha Christie escreveu um livro cujo título é um pedaço de um frase bem famosa da peça: "By the Pricking of My Thumbs"
Alguns devem ter reconhecido essa frase... A fala inteira (que é tipo um feitiço) é cantada pelo coral de Hogwarts no filme Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban. Isso não é uma releitura, apenas uma referência (Veevs fugindo do tema :x)

> Provalmente, a de Macbeth a adaptação mais bizarra que eu já vi. Um dia liguei a TV toda feliz jurando que veria uma adaptção usando a época e tudo mais, pra minha surpresa história se passava em um restaurante e o protagonista matava o chef pra tomar seu lugar.
As três bruxas eram três lixeiros que cantavam O___o
Assim, a peça está aí, mas...

> A Medusa fez o enorme favor em me lembrar que "O Rei Leão" é uma adaptação de Hamlet. O tio do mal, conversar com o pai morto e ir em busca de vingança, mas na melhor forma Disney =D
Arrasaram *-*

Henry IV - Parte 1, Henry IV - Parte 2 e Henry V
> "My Own Private Idaho", de Gus Van Sant
São três peças, tá? Mas elas estão no mesmo filme e eu fiquei pasma quando descobri.
O filme supra citado (tem uma música com esse nome que não tem nada a ver com o filme) bate o recorde de tradução tosca: "Garotos de Programa". MEU, WTH???

Na peça, o filho do rei se revolta e resolve ir morar entre malfeitores (palavra de livro antigo ._.), no filme, o filho de um cara super rico se revolta e resolve ir morar entre... bem, vejam a tradução do título.
Como eu descobri esse filme, afinal? Fácil: o River Phoenix está no elenco. Ele é o amigo aleatório do revoltadinho e, pra variar, rouba a cena ¬¬ Aliás, quando ele não roubava a cena? ;-; (Ele morreu. Só pra constar)
Aqui você tem diálogos inteiros reproduzidos diretamente da peça. Bem dramátio e sensível esse filme. Legal.



A Megera Domada
> 10 Coisas que Eu Odeio em Você, de Gil Junger
Aqui eu fiquei mais pasma que no anterior o.o
Não gosto muito dessa versão teen da história, apenas uma opinião pessoal mesmo.
Mas gosto da música: "you're just so goooood to be truuuuuuue, can't take my eeeeeeeeeeeeeeyes off yoooooou"


Sonho de Uma Noite de Verão
> Eu sei que existe uma releitura, mas corri dela logo depois de ter visto Macbeth versão Ratatouille.
Até agora a versão mais tensa deve ter sido a que eu fiz na 6ª série. E olha que nem era uma releitura, mas o grupo achou que músicas modernas ficaria legal. Não precisam imaginar...


Agora tenho certeza que sou um poço de cultura inútil, porque ninguém normal escreve um post desse de cabeça >.>


5 comentários:

  1. 10 things i hate about you é legaaal *-*
    e xêiquispiar é o autor com maior numero de adaptações duvidosas (a nivel de Warner). HUASIHASUISHAUI. ;)

    ResponderExcluir
  2. Se isso é cultura inútil, eu tenho que rever meus conceitos ahuiahauiha
    Quem consegue fazer um texto das releituras de shakespeare de cabeça? Confesso que nunca li nada dele (um dos meus pecados hehehe) só conheço as histórias por causa da fama delas mesmo :)
    Ficou muito bom o post!
    ah, vc esqueceu de colocar O Rei Leão como adaptação de Hamlet :D

    ResponderExcluir
  3. Eu tambeem gosteei 10 things i hate about you *__________*
    Uma amiga da minha mae tambem foi ao teatro ontem ver o ballet, e contou fatos engraçados o.O' ahUAHuhauHAU
    ;*

    ResponderExcluir
  4. Faltou, graças a Deus, Shakespere apaixonado, que bem, não faz referência específica a nenhuma de suas obras, faz a praticamente todas as famosas, principalmente Romeu e Julieta. E ainda assim consegue ser ruim, deve ser por essa façanha que ganhou o prêmio da academia...

    ResponderExcluir
  5. De dois posts que eu li, em dois Harry Potter aparece, acho que alguém esperou pela carta de Hogwarts quando era criança [tam tam taaam]. Ok, eu esperei, mas acho que não fui a única! kkkk

    GENTE, eu acho "10 coisas que odeio em você" tão gracinha! Principalmente depois que o coringa morreu. =X
    Enfim, fato: é só ouvir "you're just so goooood to be truuuuuuue" que lembro da cena na arquibancada! Muito divertida.

    Beijos

    ResponderExcluir