sábado, 3 de julho de 2010

Através do Espelho


Um dos momentos traumáticos da minha infância, foi quando, no Jardim de Infância, a assistente da professora amarrou um barbante vermelho no braço direito e um verde no braço esquerdo. Depois ela disse: o braço direito é o que vocês usam pra desenhar; levantem-no, por favor.
Nesse momento eu elevo com toda convicção meu braço...esquerdo. Os coleguinhas ao lado já me olharam estranho e provavelmente pensaram que eu era burra ¬¬
E ela continuou: a fitinha desse braço é vermelha.
Eu sabia que aquela cor era verde, oras.
Cheguei louca em casa, até que mamãe me ensinou corretamente. Pois é, eu sou canhota.

Isso foi só o começo da minha vida no mundo dos destros. Lutando contra abridores, réguas, tesouras, fecho de colar, espiral de caderno, bater seu braço no do colega ao lado, ver o fiscal da sua sala de prova te encarar só porque você se virou em sua cadeira pra destro, entre TUDO outros. Sem contar os momentos constrangedores em que ia ao quadro resolver uma questão, ou alguém reparava quando eu estava escrevendo, logo ouvia os comentários: "hehehe, é canhotinha" ,"olha! Ela escreve com o braço esquerdo", "como você consegue?", "eca!! Isso é feio!".
E eu ainda era/sou chamada de nerd e tenho asma. Mas eu tenho amigos, tá?

E, continuando meus pseudo comentários sobre Copa do Mundo, algo que me irritou ontem naquele jogo (vocês sabem qual é ;-;) foi o jargão eterno do Galvão (pássaro maldito) repetindo um milhão de vezes que o Robben só sabia ir pro meio, carregar com a perna esquerda e chutar. Esse "esquerda" tá sobrando na frase! Quem acompanha futebol, creio eu que repara nessas coisas de perna e tal; e quem não acompanha não está nem aí pra isso (apesar de ser uma constatação óbvia).
E ao final descontei minha raiva no Felipe Melo (mas, analisando friamente, sei que ele não foi exatamente o culpado pelo Brasil perder. Aquele jogo já tava ruim desde muito antes).

Hoje piorou: "e lá vai Mr.Olhos Estranhos Özil chutar com a perna esquerda", e ficou nisso um tempão até abreviaram a frase pra "e ele prepara com a canhotinha".



CANHOTINHA? MELDELS, O QUE É ISSO?



Era quase o equivalente a um artista de circo: "ladies and gentlemen, apresento-lhes [insira nome circense aqui] com a canhotinha".


Tirando na Idade Média, onde você era queimado por isso; se fosse ruivo e mexesse com plantas medicinais, então... De forma algum quero dizer que a vida de um canhoto é comparada a de pessoas que sofrem agressões verbais e físicas, por aí. E eu acho que esses agressores deveriam ser presos e obrigados a passar algumas noites sem dormir! (Gustavo, qual é o limite até você quase perder o juízo?).

O fato é que é bem chatinho viver num mundo que é ao contrário DD:
E olha aqui de como os canhotos são chamados (do site http://www.mundocanhoto.cjb.net/)
"Já o que é esquerdo, também é sinistro em italiano e no português mais arcaico; sinistro, em diversas línguas neolatinas, tem um peso negativo, até assustador. Em inglês, esquerdo é left, usado ainda como particípio do verbo to leave, com freqüência sinônimo de abandonar, sair, escapar. Em francês, é gauche, palavra usada para definir pessoas sem jeito, fora do eixo, desajustadas, inaptas"

Agora o que vocês têm que fazer é dar um doce (no meu caso não porque eu não gosto e a pressão baixa não deixa) pro seu coleguinha canhoto, abraçá-lo e dizer que o mundo não seria o mesmo sem ele *-*


Obs1.: eu sei que deveria ter investido na esgrima, ou no tênis, em vez de no ballet :x
Obs2.: sim, eu sei que tem uma loja pra canhotos nos EUA, mas é lá e não aqui *compra passagens pra ver o parque do Harry Potter*
Obs3.: eu vi minhas blusas do Brasil na minha cama e bateu um sentimento DD:

8 comentários:

  1. na boa? gauche é mais pra quem é do RS, nao pras canhotinhas-jogadoras-de-futebol-do-Sneijder. ASHASUIHASUI :*****

    ResponderExcluir
  2. fato dos fatos õ/
    complicado mesmo viver num mundo pra destros, odeio não conseguir abrir latas de leite condensado ¬¬ ou borrar tudo dps de escrever.

    ps: acho que não era o sneijder que ele falava, e sim do robben que puxava sempre pro meio, mesma jogadinha =D

    ResponderExcluir
  3. kkkkkkkkkk, drama queen! ^^
    Eu sou a única destra da minha casa e, por isso, há muitas coisas que minha mãe me ensinou e eu faço como canhota, como usar talheres... Se bem que eu uso das duas maneiras... vai entender!

    PS: difícil não falar de Harry Potter em um post, né?

    ResponderExcluir
  4. Engraçado isso né, de ter tão pouco canhoto no mundo. Tem tantos na minha família e também tantos que conheço. Tem também bastante jogadores canhotos né, um dia desses eu tava prestando atenção com que perna eles chutavam ahahahhaa

    Uma coisa é certa: existem muitos artistas canhotos né (tem a ver com a parte do cérebro?)
    Adoro seus posts! São gostosos de ler.

    ResponderExcluir
  5. hoiuhoiuh!
    eu não sou canhota mas te compreendo...depois eu te dou um abraço e quem sabe até um salgado no lugar do doce! e quanto ao jogo de ontem como dizemos todas as manhãs...bom...não tenho opinião formada sobre isso, estou um tanto quanto depre ainda! o.O.

    ResponderExcluir
  6. Caramba, Vida de canhoto é tenso mesmo, agora que notei realmente!
    Um dia me casarei com uma canhota e a farei muito feliz!

    ResponderExcluir
  7. Ahh, mamãe também eh canhota! Sei como eh difícil viver no mundo pra destros! Imagine quando vc for dirigir ^^
    Não ligue, jah ouvi alguém ilustre ser chamado de GAUCHE!
    Drummond tinha lá seu jeito de ser gauche na vida!
    ótimo post!

    ResponderExcluir
  8. Pois é, depende da pessoa, tem até um episódio dos Caçadores de mito sobre isso. ^^

    Sobre os jogadores canhotos, existe uma lenda no futebol de que todo canhoto é habilidoso, por isso é um fato tão alardeado pelos comentaristas.

    ResponderExcluir