sexta-feira, 27 de julho de 2012

This is GREAT Britain

  Algumas considerações sobre a Abertura das Olimpíadas de Londres. Contém spoilers qqq
One Ring to rule... ops, história errada
  A cerimônia fez o clássico tour pela história do país sede. Começamos com um panorama dos países que formam a Grã-Bratanha e depois fomos para um cenário pastoral, no centro do estádio, quando chega Kenneth Branagh recitando um trecho de A Tempestade, de Shakespeare, e pessoas vestidas de operários começam a surgir, mostrando a Revolução Industrial e a migração para as grandes cidade, principalmente Londres. Também aparecem as sufragistas pedindo o voto feminino. É no meio dessa Revolução que é forjado - sim, forjado tipo no Senhor dos Anéis - um dos aros das Olimpíadas, que é erguido para juntar-se aos outros quatro.
KEN OLHA PRA MIM \o/
  Houve a entrada da rainha escoltada por "my name is Bond. James Bond." (Daniel Craig), com direito até a pulinho de paraquedas só que de mentirinha.

  Logo veio o próximo ato que começou com uma citação linda a Peter Pan: "the second star to the right  and straight on till morning". Mais precisamente, o endereço da Terra do Nunca. Nesse momento rolou uma homenagem ao Great Ormond Street Hospital, o hospital infantil para o qual J.M. Barrie, autor de Peter Pan, doou os direitos autorais de sua história. Depois de um jazzinho dos enfermeiros, as crianças vão dormir, aparece J.K. Rowling divando lendo o começo de Peter Pan e então vieram os monstros. MWAHAHAHAHAHA E esses monstros são vencidos por ninguém mais ninguém menos que várias Mary Poppins com seus guarda-chuvas voadores e suas bolsas maiores por dentro porque a Mary Poppins é uma time lady.
Só de olhar já fico com vontade de rir, de novo
   Justo quando eu achei que a coisa ia ficar brega porque a Orquestra Sinfônica de Londres ia tocar Carruagens de Fogo música de colação de grau e São Silvestre, seriously?, veio Rowan Atkinson,  o Mr. Bean, fazer uma paródia da coisa toda. GENIAL E HILÁRIO!!
  Depois veio o momento história da música com uma historinha de um menino que fica com o celular de uma menina e vai atrás dela para devolver e fazer amizade, mas pra isso tem de passar por diversas boates e em cada uma toca músicas de uma determinada época. Aqui rolou o easter egg de no meio da Bohemian Rhapsody aparecer o barulho que a TARDIS faz ao surgir. (TARDIS é a máquina do tempo da série mais antiga ever: Doctor Who.)
  Vieram as delegações ao som de músicas de bandas e cantores ingleses e blablablá, e pra calar a boca do Galvão Bueno que não parava de especular quem ia levar a Tocha, ela foi levada por diversos adolescente atletas, representando o futuro do atletismo e, consequentemente, das Olimpíadas. A Pira Olímpica também foi acesa por eles, mas não conto como foi, procurem no youtube ou vejam o VT porque é impossível explicar e passar a mesma magia.
 Discursos, música com Arctic Monkeys e Paul McCartney e é isso aí.
                     Não alimente os homens-pombos

Pontos baixos:
> Os filminhos e a produção de época (quase tudo era de época ali) eram bem nível BBC. E eu não digo BBC bem produzida :x
> As histórias montadas também não foram o auge da criatividade de ninguém ali.
> Comentário completamente passional, mas eu esperava algo mais de Doctor Who. O personagem é um ícone na Inglaterra, é a série de sci-fi mais antiga, faz 50 anos ano que vem e a gente escutou só o barulhinho da TARDIS? Até a Rainha assiste! Esperava mais os daleks assustando as criancinhas do que o Lord Voldemort. 

Pontos altos:
> A introdução com os corais infantis fazendo um medley de canções tradicionais dos países da Grã-Bretanha foi emocionante. Destaque pros pequenos irlandeses cantando Londoderry Air, que eu amo!
> A parte do hospital foi a minha preferida de longe. Um pote mágico lotado de referências à histórias inglesas.
> A coreografia dos donos das fábricas no começo e a da parte da discoteca.
> A PIRA!!

  Devo admitir que a abertura não foi de explodir cabeças no nível do Homem-Carvão desenhando a Muralha da China na abertura da de Pequim. Porém foi linda e só pra comprovar o tanto de coisa boa que veio das Terras da Rainha, e isso porque se fossem fazer todas as referências possíveis iam precisar de um dia inteiro só pra isso! Pra quem curte a terra do chá das 5, é um prato cheio sacar as referências que fizeram.
 Por isso, se não viu, vá ver o VT ou procure em HD pela internet, mas não deixe de sentir esse gostinho britânico #tietagem

P.S1.: vergonha alheia do uniforme da delegaçao do Brasil com aquelas calças Restart coladas verdes ou amarelas.
P.S2.: aprenda, Naçãozinha, e vê se faz bonito em 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário